Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O meu cancro



Sábado, 09.02.13

A minha reacção ao diagóstico do cancro

Recebi o resultado da colonoscopia, confirmando que tinha um cancro, com naturalidade e serenidade.

Ninguém pede para estar doente e, muito menos, para ter um cancro. Mas se foi isso que aconteceu não vale a pena ficar a lamentar-se e, muito menos, entrar em desespero.

A informação de que tinha um cancro e que precisava de ser operado com brevidade para o remover fez com que me concentrasse nessa necessidade urgente e que diligenciasse nesse sentido.

Talvez o facto de não sentir nada de especial em mim - disse algumas vezes que a única coisa que se alterou foi o ter sabido que tinha um cancro, o que antes desconhecia - e o querer ver-me livre do cancro, que me foi diagnosticado com a urgência que me foi referida, tivessem ajudado a manter a calma e a não me deixar ir abaixo com a notícia.

A verdade é que mantive esse estado de espírito desde o diagnóstico da doença, passando pelo internamento hospitalar e intervenção cirúrgica, até agora.

Não sei ainda se vou necessitar de algum tratamento ou não, mas, por enquanto, mantenho-me calmo, sereno e confiante de que ainda não será desta que vou deixar a vida que tanto adoro. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Zé LG às 23:38



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728


Links

Informativos

Informativos