Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O meu cancro



Segunda-feira, 30.12.13

Estava tão diferente…

Quando há um mês me desloquei à unidade de quimioterapia para fazer a manutenção do cateter não reconheci um velo amigo que estava a fazer tratamento. Foi ele que meteu conversa comigo. Estava tão diferente que só quase no fim de uma relativamente longa conversa percebi quem ele era. E isso só aconteceu por uma referência que fez às funções que exerceu numa estrutura oficial. Foi então que olhando-o bem nos olhos vi quem ele era. Estava completamente diferente. Estava animado e confiante. Espero que tenha razão para isso e que o pior já tenha passado.

É verdade que cada caso é um caso, que cada um reage de acordo com um conjunto de especificidades, suas e da doença.

Ter sempre mantido o mesmo aspecto – como todos me referiam e eu verifiquei -, foi certamente uma boa ajuda à forma sempre optimista como enfrentei o meu cancro e lidei com todo o processo desde o diagnóstico, passando pela cirurgia e tratamento de quimioterapia até à “ordem de soltura”. Estou convencido que este já foi.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Zé LG às 00:13



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031


Links

Informativos

Informativos