Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O meu cancro


Quarta-feira, 27.01.16

JÁ FEZ TRÊS QUE FUI OPERADO AOS INTESTINOS

Fez, no passado dia 24 de Janeiro, três anos que fui submetido a uma intervenção cirúrgica, que me cortou um bocado do cólon que continha um cancro (neoplasia), sob a forma de tumor.

Parece que foi há tanto tempo!... Tenho dificuldade e falta de vontade de me recordar o que foram esses tempos, desde o diagnóstico da doença até à operação e finalmente à quimioterapia preventiva.

Salvo pequenas sequelas da quimioterapia, algumas alterações resultantes daquele corte do intestino e o aumento do "coeficiente de cagaço" sempre que sinto qualquer problema de saúde, parece que nada aconteceu. Levo uma vida normal, sem restrições de qualquer espécie.  

Uma palavra de encorajamento para todos os que se confronta,m com esta maldita doença e a recordação de todos os amigos e conhecidos que não tiveram a mesma sorte que eu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Zé LG às 01:02

Sexta-feira, 09.01.15

FEZ HOJE DOIS ANOS QUE ME FOI DIAGNOSTICADO O CANCRO

Há precisamente dois anos, que a primeira colonoscopia que fiz acusou "Neoplasia (exofítica) no ascendente" do cólon - "Lesão vegetante circunferencial e estonesante de ascendente (?), não ultrapassável".
Para que não subsistissem dúvidas, perguntei, em tom afirmativo, um cancro, não é?
Logo nessa altura fui informado que deveria ser operado o mais depressa possível; que, sendo uma situação grave, não era das mais graves porque não ficaria com saco; e que poderia ter de fazer algum tratamento depois da operação, dependendo dos resultados desta e dos vários exames.
Encarei a situação com naturalidade surpreendente – porque, não tendo encomendado o cancro, tinha agora era de ver se me safava – e concentrei-me no processo que me levaria à operação no mais curto espaço de tempo, para ver se me via livre do “bicho” antes que ele me devorasse. Parece que consegui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Zé LG às 23:58

Sexta-feira, 10.01.14

Foi assim que soube que tinha um cancro

Neoplasia (exofítica) no ascendente.

Lesão vegetante circunferencial e estenosante de ascendente (?), não ultrapassável - biópsias. Sem outras alterações. Referencio P C. Cirurgia.

 

Foi isto que, fez ontem um ano, a Dr.ª Maria Lopes Salazar escreveu no relatório da colonoscopia que me fez. Acrescentou, depois na conversa que teve comigo, que, independentemente do resultado das biópsias, devia ser operado rapidamente, para evitar o bloqueio do intestino.

Lembro-me do ar incrédulo da médica e da enfermeira perante a calma com que recebi o diagnóstico. Nessa altura a minha única preocupação era o de conseguir ser operado o mais depressa possível, tal como me disseram, para ver se me safava antes que fosse tarde.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Zé LG às 00:26

Terça-feira, 09.07.13

Há seis meses que me foi diagnoticado o cancro

Há precisamente seis meses que me submeti a uma colonoscopia, de diagnosticou uma neoplasia no cólon ascendente (a localização não era bem esta conforme a cirurgia confirmou, daí a necessidade de um corte maior do que o previsto).

Lembro-me bem de ter recebido a notícia calmanente e de ter tido como preocupação maior conseguir que a operação se realizasse o mais depressa possível, uma vez que me foi dito que era urgente.

Felizmente que a operação se realizou rapidamente, o que certamente contribuiu para que tudo tenha decorrido bem até ao momento.

O que pensei no momemto e que comentei várias vezes depois é que não tinha encomendado um cancro mas, já que me calhou um, o que tinha de fazer é o que tinha de ser feito e esperar que tudo corresse bem, fazendo os possíveis para que isso acontecesse. E é com essa mentalidade que me tenho mantido. Nem por um momento só me passou pela cabeça que que fosse o meu fim. Talvez porque numa me senti muito mal...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Zé LG às 23:50

Quinta-feira, 07.02.13

Como tudo começou

Em Setembro do ano passado decidi marcar uma consulta com a minha médica de família, porque sentia umas dores na barriga e, por vezes necessidade de ir à casa de banho depois de comer ou beber.

Depois de várias análises e exames, as análise feitas em Novembro acusaram um pouco de anemia, sem perda de sangue visível. Esta situação levou a médica a mandar-me fazer uma colonoscopia.

Feita esta, no dia 9 de Janeiro, acusou "Neoplasia (exofítica) no ascendente" do cólon - "Lesão vegetante circunferencial e estonesante de ascendente (?), não ultrapassável".

Logo nessa altura fui informado que deveria ser operado o mais depressa possível, que, sendo uma situação grave, não era das mais graves porque não ficaria com saco e poderia ter de fazer algum tratamento depois da operação, dependendo dos resultados desta e dos vários exames.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Zé LG às 23:36


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31


Links

Informativos

Informativos