Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O meu cancro

O meu cancro

Este ano começou a querer acabar comigo

Este ano que está prestes a findar começou mal. Foi-me diagnosticado um cancro no cólon.

A marcação rápida da cirurgia e o facto desta ter corrido bem terão evitado males maiores.

Depois foram seis meses de quimioterapia. Não foram fáceis, mas perante o menú do que poderia acontecer, que me apresentaram, até correu bem porque os inúmeros possíveis efeitos secundários não se fizeram sentir e os que se manifestararm aguentei-os sem sofrimento por aí além. 

Este ano, por isso (e não só, mas essas são contas d'outro rosário...) não foi bom. Até porque preocupou muita gente que me é querida e perturbou, por vezes, algumas relações importantes na minha vida.

Mas continuo VIVO e, até ver, sem resquícios da doença que me atingiu.

A todos os técnicos de Saúde que tão bem me assistiram, mais uma vez, o meu OBRIGADO!

À minha família que tanto me apoiou o meu OBRIGADO, também!

A todos os que se interessaram pelo meu estado ou que me manisfestaram a sua solidariedade, pelas mais diversas formas, o meu reconhecimento.