Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O meu cancro

O meu cancro

Morreu o "Zé da Farmácia"

Há umas semanas, encontrei-o na Oncologia. Não o reconheci senão depois de me cruzar com ele duas ou três vezes no corredor e de o ter olhado nos olhos. Estava muito magro e tinha cortado a barba. Perguntei-lhe o que tinha e apontou para a garganta...

Encontrei-o ainda umas duas vezes, no mesmo local. Apesar do aspecto e de não falar, não parecia que ia resistir tão pouco tempo. Há cerca de uma semana, um amigo comum, disse-me que lhe tinham dito que morreu.

Nunca fui íntimo dele, mas tinha estima por ele. Conhecia-o talvez há uns quarenta anos. É estranho como não sabia (nem sei) praticamente nada da sua vida, para além do que fazia. Mesmo assim, sinto que foi alguém próximo que morreu.

À família enlutada, que não conheço nem sei se tinha, apresento os meus sentidos pêsames.