Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O meu cancro

O meu cancro

Doentes, sobretudo do cancro do pulmão, “estão a pagar a fatura de na altura não poderem recorrer ao hospital”

Sem nome.pngFernando Rodrigues, diretor do Serviço de Pneumologia do Hospital Amadora-Sintra contou que, relativamente aos doentes não covid-19, a sensação existente é que não foram ao hospital e que agora que estão a ir, “já têm a sua doença mais desenvolvida, sobretudo, o cancro do pulmão”.
“Temos constatado que existem doentes que por não poderem vir nesta fase ao hospital, a sua doença neoplásica evoluiu para um estádio que praticamente já não é possível fazermos nada”, lamentou o pneumologista, que acrescentou: “E, portanto, esses doentes estão a pagar essa fatura de na altura não poderem recorrer ao hospital”.