Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu cancro

O meu cancro

Morreu um companheiro de infortúnio

Manuel Augusto Martins, barbeiro, de 65 anos, natural de Alcaria Ruíva - Mértola, faleceu no dia 28 de Fevereiro. O funeral realizou-se esta manhã para o Cemitério de Beja.

À família enlutada apresento as minhas sentidas condolências.

 

Havia anos que não ia ao Cabanitas. No início do ano e antes de ser internado no hospital resolvi ir lá cortar o cabelo. Foi o Senhor Manuel Martins que mo cortou. Quando, da segunda-feira da semana passada, fui colocar o cateter, voltei a encontrá-lo – foi fazer o mesmo. Na altura, falei com ele e com a esposa, que me descreveram o seu percurso desde que no início do verão quando começou a sentir-se doente. Só em Janeiro é que lhe foi diagnosticada a doença. Esta semana, na segunda e na terça-feira voltamo-nos a encontrar na quimioterapia. Esta manhã um colega de trabalho informou-me que ia a enterrar esta manhã. Não queria acreditar, porque, apesar de ter percebido que a sua situação era bastante grave, já tinha dado como adquirido que nos iríamos continuar a encontrar nos tratamentos. Não pude deixar de lhe ir dizer o último adeus. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.