Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O meu cancro

O meu cancro

Às vezes, dou umas secas

Às vezes dou umas secas às pessoas que me perguntam como estou. Não o faço por mal nem com a intenção de chatear, mas acho que deve ser esse o resultado final... Conto o processo deo que se passou comigo - como foi o diagnóstico, a operação, o tratamento e a recuperação e a forma como me comportei perante e durante todo o processo. Faço-o na convicção de que posso dessa forma contribuir para desdramatizar a situação, de maneira a que o cancro seja encarado, cada vez mais, como uma doença como outras, que pode ser tratada se for a tempo e existir tratamento adequado ou pode matar, se tal não acontecer. Mas nunca devemos partir do princípio de que vai ser esta última hipótese a concretizar-se.